quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Éramos Dois



Como foi que tudo aconteceu,
Eu não sei e tenho a certeza
Que tu, também não sabes...
Apenas nos afastamos sem mesmo
sabermos o porque,
De tudo quanto estava acontecendo...
E até hoje eu não consegui entender
O que na realidade levou você
Para longe de mim...
Éramos dois, eu e você...
Hoje somos quatro,
Eu e a saudade... você e as recordações.
Jamais deixaremos de fazer parte
Da vida, um do outro, pois
O que aconteceu entre nós
Foi muito profundo.
Nunca haveremos de nos esquecer
Pois sempre faremos parte
De um mundo irreal,criado
Por nossas mentes,
Na longa fuga da realidade.
É no passado que está
O nosso elo de ligação,
Pois foi a partir
Do nosso primeiro contato
Que descobrimos pela primeira vez
O amor, o sofrimento
A decepção e a frustração
E ela, a saudade...
Mas foram nossos primeiros sentimentos
Nossas primeiras experiências verdadeiras,
Hoje, eu e você
Fazemos parte de um mundo ilusório,
De uma fuga do hoje
Nessa imensa certeza
De sabermos unidos para sempre



2 comentários:

Ahsley disse...

Linda!

Ingrid Grace disse...

Nossa to sem palavras...esse poema é perfeito, diz tudo! Muito lindo mesmo, amei.

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios