quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Inesquecível Prazer


Tenho a alma, eterna possuidora
Das tuas inusitadas e marcantes
Frases de amor,
E ainda tenho o corpo escravizado
Pelos ousados toques das tuas mãos,
Que tão bem me souberam conduzir
Ao mundo profano do prazer.
Minha boca...que aprendeu
A sorver o gosto proibido do pecado,
Que teus lábios me ofertavam
Quando ainda não havias me conduzido
Ao delírio inebriante,
Que parecia me desprender da terra,
Fazendo-me escrava do teu corpo,
E da tua insaciável paixão.
Me fizeste prisioneira
Dos teus desejos ardentes,
Da tua insana paixão,
Do teu louco amor.

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios