quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Liberdade


É a vida que te abraça
Com alegria
E cheia de graça
Te convidando a sorrir
É a brisa te acariciando
Teus desejos despertando
só querendo aumentar
Nunca mais dividir
É a ventura
Correndo ligeira
Para vir te contar
Que a noite se foi
E o dia desponta
Te encontrando
Quase pronta
Para uma nova vida
A dois
E o sol da liberdade
Com seus raios
De claridade
Refulgindo
Em teu novo alvorecer
Te sentes formosa
Qual estrela radiosa
Que ilumina teu ser
Fizeste por merecê-la
Teu quinhão de dor
Se foi
Já se esgotou
A vida que hoje te abraça
Foi um dia aprisionada
Nas correntes do amor
Que este elo se desfaça
A fingida alegria
Já se desmoronou
Já se desenlaça
Das falsas amarras
Do amor


Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios