terça-feira, 23 de setembro de 2008

Audácia e Liberdade


Seria tão diferente
Enroscar-me se eu pudesse em teus braços
Refugiar-me segura e docemente, num
Grandioso abraço...
Ilusão bem sei
Nunca me faria
Almejar o que não viesse
Liberdade incontida para os meus
Desejos...
Onde tudo eu eu daria pelos teus beijos
Cada desejo nasceria, num
Abraço gostoso
Vindo claramente
Audacioso, na mais completa Liberdade...
Liberdade incontida para os meus desejos
Cada ato aconteceria
No nosso feliz aconchego
Transpirando com lascívia, toda
Impetuosidade desse proibido desejo
Grandes sonhos porém, é preciso
Olvidar... afinal nascestes depois de mim
Meus sonhos preciosos e lúbricos sonhos
Estão perdidos
Sem nenhuma chance de aflorar

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios