sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

ASSIM É VOCÊ


Eis que mais uma linda princesa
Também estou a conhecer
Que esta amizade que surge permaneça
pois com certeza vou gostar muito de você

Nas idas e vindas da nossa jornada
Com muitas pessoas nós cruzamos
E muitas por si só já nos agrada
Mesmo que pessoalmente não a conheçamos

Assim é você Kátia minha postiça sobrinha
Pois nesse sorriso perfeito que chama a atenção
Me lembras na verdade uma doce garotinha
Que guarda amor e carinho no coração

Que teus dias minha querida menina
Nesse ano novo que se prenuncia
Seja repleto... Mesmo que que na rotina
De amor, paz, sucesso e muitas alegrias


segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

PAIRA SOBRE MIM


Hoje eu realmente amanheci mais triste que nunca
A boca com um gosto amargo como jamais senti
Na alma uma angustia que em lágrimas abunda
E são sentimentos desencontrados que até hoje vivi

Olho para trás e tudo me parece mais triste
Se olho para dentro de mim um caos descubro
Meu hoje me parece pior do que tudo que existe
Tenho a alma mergulhada num mundo obscuro

Trago em mim as dores que não conheci
E todas as alegrias que nunca experimentei
Ao que parece... Matei dentro de mim o que já vivi
E muito tarde para a vida acordei, nem sei porque despertei

Hoje trago na alma todos os sonhos desfeitos
Na mente o pouco que realizei já não me satisfaz
E eu bem sei que nada na minha vida foi perfeito
Pouco orgulho eu sinto quando olho para trás

Hoje... Me sinto mais saudosa...E bem mais triste
Pouco otimista e  bem menos de tudo orgulhosa
Sentimentos em mim até parece que nem mais existe
Paira sobre mim uma sensação triste... Nebulosa

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

À MINHA FLORZINHA KEL


Você, minha linda florzinha
Numa bela mulher se transformou
Mas sempre que lembro dessa garotinha
Eu percebo quanto tempo já passou

Parece que foi ontem que tudo aconteceu
E sempre revejo esse grande momento
Quando você minha pequena... Nasceu
E foi um grande marco esse acontecimento

Hoje minha princesa é dia de alegria
Mais um aniversário estás a comemorar
E eu desejo para todos os teus dias
Grandes e ricos momentos sem par

Que Deus os teus desejos continue realizando
Quando da vontade dEle, realmente fizerem parte
E que continues com teu jeito a todos nós encantando
Com tua beleza interior e exterior verdadeira obra de arte

sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

FELIZ ANIVERSÁRIO CAROL


À MINHA SOBRINHA CAROLLINE GEORGIA

Hoje é uma data  bastante especial
É o aniversário de uma linda menina
Um dia, para muitos realmente banal
Mas não é para essa minha pequenina

Mesmo com os anos se passando
Eu ainda a vejo como uma criança
Ao olhar para trás fico lembrando
Daquele olhar tão cheio de esperanças

Falo de ti minha doce e bela Carol
Hoje completas mais um ano de vida
Que em tua existência esteja aceso o farol
Que  no alicerce da felicidade te convida

Parabéns  Carol, minha sobrinha tão amada
Que em tua vida Deus sempre se faça presente
Que a alegria e o amor permaneça em tua estrada
E que o desgosto em tua jornada sempre seja ausente

Que tuas horas se coroem de plenas realizações
E o sucesso seja o teu eterno perseguidor
Que a tua vida seja plena de boas emoções
E que em ti brilhe sempre a luz do amor



quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

NESSAS RUGAS QUE VEJO


Essas rugas que meu rosto tem marcado
Nunca consigo delas me orgulhar
Pra mim, nunca representaram vitórias
Na verdade, mal pra elas posso olhar
Elas são consequências das noites mal dormidas
Das muitas noites de agonias... noites sofridas
Horas incontáveis de muitas lágrimas vertidas
Lágrimas que apenas entristeceram meu olhar

São essas rugas que têm me mostrado
Que o tempo por mim passou e eu nem percebi
Talvez ocupada demais com o tempo perdido
Por isso penso que nem fui eu que a tudo isso vivi
Na verdade foram muitas noites amargas e frias
Horas de intensas e profundas agonias
Numa razão que me fez perder a razão da alegria
Num mundo obscuro e cruel onde sucumbi

O tempo passou... A tudo resisti sem empáfia
Mas as dores, decepções e tristezas na alma guardei
E do muito que deixei de viver, guardei como mágoa
Pois não tive forças para lutar, apenas me acomodei
Hoje, nessas rugas que vejo, lembro amargurada
De tudo que deixei passar como se fosse um nada
Um nada, perdida nas esquinas dessa vida entediada
Uma vida que pra mim eu nunca sequer cogitei



terça-feira, 26 de novembro de 2013

FELIZ ANIVERSÁRIO DUDA




À Minha sobrinha Maria Eduarda (DUDA)

O tempo passa por nós tão rapidamente
Que muitas vezes não nos apercebemos
Talvez por isso o acho um pouco inclemente
Mas com certeza não é isso o que queremos

Ontem Duda, eras uma graciosa criança
No olhar a pureza que guarda os inocentes
No peito por certo trazias a esperança
De verdadeiras alegrias, nunca aparentes

Mas os anos foram passando
E o encanto de criança o tempo levou
Hoje a mulher que vimos reformando
Nas dificuldades da vida não pensou

Dificuldades em criar para si um mundo
Onde o desgosto dele não fizesse parte
Teu pensar por certo nunca foi profundo
Pois do contrário teu existir seria uma arte

Arte em amar, respeitar os que te amam de fato
Me refiro  principalmente aos teus pais, tão dedicados
Que te amam de forma incondicional e que são gratos
Ao Deus supremo por um dia a eles terem te dado

Hoje, ao olhar pra ti penso naquela criança
Que travessuras  fazia sempre a brincar
Cresceste, teu jeito irrequieto encobriu a esperança
De que um dia seria apenas feliz, a sorrir e cantar

Duda, a vida tem várias formas de nos ensinar
E espero que esta ainda lhe ensine que o importante
É amar e verdadeiramente ser amado e se abnegar
As muitas  leviandades que por certo serão ultrajantes

Que hoje resplandeça sobre a tua vida
Os bons sentimentos que habitam em teu ser
Que a tua existência nunca seja atrevida
Apenas cubra de bençãos e amor o teu viver



sexta-feira, 22 de novembro de 2013

AH! MEU MENINO AMADO


AO AMADO DAN WESLEY

Hoje, tantos momentos relembrando
Senti as lágrimas aos meus olhos aflorar
Nunca pensei Dan que juntos recordando
Seria tomada por essa vontade de chorar

Conversando sobre nossos passeios
Que tantas vezes juntos nós fizemos
Nunca importando por qual dos meios
Pois ao nosso destino sempre chegamos

Lembraste de um grande livramento
Que o Senhor falou no círculo de oração
Com certeza foi um difícil momento
Mas Deus cumpriu a palavra dita no azulão

Ah! meu menino tão amado e querido
Nunca imaginarás a saudade que irei sentir
Sempre foste por todas nós bem quisto
E nosso amor por ti nunca deixará de existir

Que Deus te acompanhe nesta viagem
E por teu retorno estaremos aguardando
Serás  uma doce lembrança e forte imagem
Até que a nós voltes...Estaremos lhe esperando

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

ÀS MINHAS FILHAS


                               Anny Karla
                               Ammy Karen
                               Audrey Kellen
                               Andrey Kelren e 
                               Ahsley Kelrelen

Para serem felizes... Foi para isso que as criei
Mas eu mesma não entendo o que acontece
Pois  eu não quero que passem o que passei
E há coisas na vida que um coração embrutece

Por isso diferente do que vivi tento lhes mostrar
Pois o valor de uma mulher está bem mais além
Nunca debrucem no parapeito da vida a observa,
Ela, a vida, com descaso passando por vocês também

E nem sempre o amor é valorizado na vida
Nem mesmo os valores morais ou conhecimentos
Há ocasiões que se faz necessário ser atrevida
Desafiando o tudo em seus muitos momentos

Não se deixem apenas pela vida levar
Nem aceitem preceitos que não as satisfaça
Já que na vida se faz necessário os desafios encarar
Pois cada vitória não se consegue com pirraças

Acredito que sempre procurei lhes passar
O alto valor que pra mim cada uma tem
Pois é gratificante num espelho se olhar
E ver que o seu caráter está bem mais além

Além das ofensas que possam surgir
E das feridas que insistam em não cicatrizar
Nada como olhar a todos e deixar o sorriso fluir
Na certeza de que sempre haverá novas diretrizes




segunda-feira, 4 de novembro de 2013

RECADO PRA JULINHA


Minha pequena e doce Julinha
Não tem nada de preguiçosa
Está limpando toda a cozinha
De forma pouco duvidosa...

E haja trabalho a ser feito
Até me parece exploração
Chega a doer-me o peito
Embora seja linda a visão

Eu fico até imaginando
Quando ela finalmente crescer
Outros momentos criando
E os serviços sem querer fazer

Pra descontar esse tempo
Não é mesmo minha Júlia linda?
O tempo voa rápido como o vento
Só restando as lembranças infindas

Muitas cenas assim ainda veremos
E muito ainda riremos dessas atitudes
Felizes sempre nos sentiremos
Mas é apenas o crescer de suas virtudes

Minha querida e amada Julinha
Não se deixe explorar desse jeito
Pois começa assim, você fazendo gracinha
E a mamãe lhe aplicando o golpe perfeito

Ela pelo face book viajando
E pondo você pra trabalhar
Ouça Julinha o recado que estou dando
Não se iluda, essa vassourinha é pra tapear




terça-feira, 29 de outubro de 2013

MINHA ALEGRIA MAIOR



Minha doce e pequenina Julinha
Que de saudades faz meu peito doer
Amo demais essa minha netinha
E meu desejo é estar sempre com você

E sempre que a tarde vai morrendo
Penso em você minha linda pequena
Então sinto meu semblante entristecendo
É que essa saudade nunca será amena

Minha amada netinha Júlia... Meu encanto
Minha dor se faz ainda maior é por saber
Que estarás distante e assim meu pranto
Terá meu anjo, por muito tempo razão de ser

Mas o tempo talvez ainda assim me traga
Razões para sorrir sempre, ao lembrar de você
Quem sabe não terei apenas saudades, mas a paga
Por ter e superado com carinho a ausência do teu querer

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

PARABÉNS MAURO RAFAEL


Que Deus conserve esta alma de criança
Onde reina a paz e também alegrias
Que tua vida seja repleta de esperanças
E teu mundo seja mais que sonhos e fantasias

Mauro olhando esta foto fico a pensar
Que desde agora tens no semblante muita cor
Pois em teu íntimo por certo vive a bailar
O espírito da solidariedade e o dom do amor

Que nunca se afaste de ti estes sentimentos
E que tua caminhada continue firme no Senhor
Esqueça quando surgirem os aborrecimentos
Pois Deus haverá de coroá-lo com uma vida de amor

Hoje,  nesta data, pra ti e os que te amam, é especial
Que seja principalmente memorável em todos os sentidos
E que essa tua jornada seja sempre um marco triunfal
Para teu orgulho, de tua família e também dos teus amigos


sexta-feira, 18 de outubro de 2013

QUANDO EU ERA CRIANÇA


Nos meus bons tempos de criança
Vivia de bem com a vida, a sorrir e brincar
Sempre a correr, nunca parava quieta
E nem todos conseguiam me alcançar
Hoje, olhando para trás eu penso
Que aquele meu mundo pequeno, mas imenso
Tinha de tudo... Menos regras ou bom senso
E até hoje, nesse mundo de cores me vejo a passear

Sempre fui uma menina muito travessa
Vivia a cair e quase sempre me machucava
De nada eu tinha medo... Só de mal assombro
Quando histórias de assombração o povo cantava
Meu Deus... Quantas vezes eu tremia
Só de pensar que as histórias que o povo conhecia
Nunca aconteciam à luz do dia
E apesar do medo, eu com tudo me encantava

Mas a minha infância sem dúvida foi perfeita
Pais zelosos e irmãos que se amavam com alegria
Sempre chamei a atenção pelo meu jeito de ser
Pois amava os animais e acima de tudo os protegia
E quando brigava na rua, lutava como criança valente
Bastava achar que alguém ou um animal, infelizmente
Estava sendo maltratado, eu os defendia bravamente
E vivia a sorrir, não gostava de tristeza... Eu era só alegria




terça-feira, 8 de outubro de 2013

MORRI PARA AS ILUSÕES


Parto... E sequer me despeço
No coração... Nenhum sentimento
Medo? até que sinto... Confesso
Mas em mim não há ressentimentos

Meu coração solitário... Emudece
Já não ouço o compasso das batidas
Já não há uma última prece
Nem houve tempo para despedidas

Mas o pior de tudo eu bem sei
Será o abraço que não mais virá
E por tudo que nessa vida já passei
Este momento, um fim a tudo dará

Ao menos, não mais sentirei saudades
Nem tão pouco alegrias ou tristezas
Não conviverei mais com tantas maldades
Que nos preenche a vida de incertezas

Não ouvirei risos contagiantes
Nem tão pouco murmúrios e lamentos
Me livrarei dos momentos entediantes
será o fim dos meus tormentos...

Não mais serei obrigada a conviver
Com as esperas que o destino me impôs
Estarei livre de qualquer porquê
E nada mais ficará para depois

Mas todo esse sentir é interrompido
Ao quase contato desse abraço gélido e sem cor
Percebo então que nada foi real e sentido
Foi apenas um estado de imenso torpor

Foi apenas um sonho, já o pressenti
Não se acabaram as dores e aflições
Foi um instante final que vivi
Quando sem morrer... Morri para as ilusões

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

MAIS UM PRESENTE


O tempo rapidamente está passando
E logo, logo um outro presente vou ganhar
Pois o nascimento do Ben está se aproximando
E será mais um presente que eu vou amar

Karen a cada dia está ficando mais linda
É a beleza da maternidade a lhe visitar
A alegria de Moisés e dela é infinda
O que faz nossa ansiedade aumentar

Que Deus lhe conceda uma boa hora
E Ben chegue com saúde é nosso desejo
Pois sei que as demais coisas virá sem demora
Pois o melhor de tudo é o que lhes desejo

Vamos aguardar o tão esperado momento
Em que teremos mais um ser para nos alegrar
Este será para nós mais um grande acontecimento
Até um outro momento que minha família venha aumentar

UM PRESENTE DE DEUS




Nem mesmo nos meus melhores sonhos
Poderia imaginar algo tão  lindo assim...
E enquanto esses versos aqui componho
Penso no presente que Deus mandou pra mim

Primeiro... A minha filha Kellinha
Tão linda... Tão terna e inteligente
E percebo como foi grande a sorte minha
Pois  minhas filhas no amor sempre são presentes

Aí, Deus me presenteia com algo belo e puro
A minha Julinha que de beleza me faz babar
E eu falo a verdade... Não minto... Eu juro
Quando digo... Meu Deus, obrigada por me amar

Pois só explica-se essa ventura que sinto
No amor que Deus por nós tem dedicado
E quando me ponho a pensar até pressinto
De Deus, por nós, o seu zelo e cuidado...

E como boba, constantemente as fico admirando
E sem medo de errar afirmo que minha maior gratidão
É ver que elas têm a Junior, que vive delas cuidando
Com um amor imensurável que ele tem no coração

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

BENDITO SEJA


Hoje a natureza resolveu me presentear

A chuva fina que cai parece embalar meus ais
Depois de um dia de lembranças a me angustiar
Percebo que depende de mim ter algo a mais

Algo mais para refletir após muito pensar

Já que as maldades humanas parecem não ter fim
Fico chocada, a isso, não consigo me acostumar
Só mesmo Deus para se apiedar de mim...

Não suporto a ideia de maus tratos em animais

Nem tão pouco em idosos, deficientes e crianças
peco pela ira e ódio diante desses seres bestiais
Que desconhecem o sentido do amor e esperança

Estou realmente cansada de tantas maldades

Das muitas injustiças e abusos de poder
Pois se repararmos, o mal já vem desde a tenra idade
Não há misericórdia entre esses que cristão dizem ser

Que Deus se apiede e perdoe esses meus pensamentos 

Mas não há como pensar ou querer agir diferente
Os políticos só tendem ao nepotismo e super faturamentos
e uma outra parte das pessoas são más e inclementes

O que nos resta é tão pouco... podem crer

A humanidade perdeu o verdadeiro sentido da vida
Pois se uns lutam pelo bem, estes mesmos podem ver
As inúmeras vezes que suas batalhas são perdidas

Que Deus em sua infinita bondade e misericórdia

Ainda conceda forças para esses que lutam no dia a dia
Na esperança de manterem firmes suas convicções simplórias
Tentando de alguma forma trazer ao mundo um pouco de alegria

Bendito seja cada um desses verdadeiros cristãos

Que sentem no peito esse amor tão grande e incondicional
Quer seja por cada um que sabe ser por Deus um seu irmão
Ou por aquele ser que erroneamente chamamos de animal









sábado, 7 de setembro de 2013

SÓ ASSIM


Num mundo de muita pobreza
Pouca fé e grandes maldades
Num mundo de tanta beleza
De muita ilusão e poucas verdades

Nesse mundo de gente grande
Onde é a cobiça que sempre impera
Reina soberana por alguns instantes
A inocência da criança que espera

Esperando por um momento
Que o amor se sobreponha
Se desfaça o mau encantamento
Vencendo a dignidade e a vergonha

Que se destrua o câncer da corrupção
E finalmente a luta pela honra se coroe
Deixando espaço para os bons de coração
E que ninguém mia se irrite nem se magoe

Que vença sempre o maior
Maior em bondade, em amor
Não queremos apenas o melhor
Queremos que nos livrem de mais dor

Só assim, nesse país  haverá progresso
Riquezas, calmarias  e tudo  mais
Seremos então um povo de sucesso
E por fim seremos uma nação capaz





FELIZ ANIVERSÁRIO MOMÓ


Pela madrugada ao acordar
Senti que estava em falta com alguém
E tinha certeza não ser ausência de orar
Mas porque eu necessitava falar com alguém

E não precisei  fazer rebusca na memória
Pois foi sem demora que eu me lembrei
É aniversário de alguém que compõe minha história
E foi assim que para te homenagear, a escrever comecei

Momó, que Deus em sua infinita misericórdia
Continue traçando a passos infindos tua jornada
E que nesta, haja sempre harmonia, nunca  discórdias
E a glória de Deus sempre se faça presente nessa tua chamada

Feliz aniversário junto  a tua esposa meu genro tão amado
E que os louros pelo teu desprendimento esteja presente
E as bençãos que Deus a vocês tem proporcionado
Sejam em suas vidas constante... E jamais se faça ausente

sexta-feira, 6 de setembro de 2013

AGORA VOCÊ... VIDA!



Os anos foram passando, amargos, cheios de dor
E houve ocasiões em que pensei que ia enlouquecer
Foi  quando o destino de repente na minha vida colocou
Uma pessoa que iria mudar completamente o meu viver

Foram poucas semanas onde eu conheci sem contestar
Tudo o que é necessário na vida de uma mulher
O pai, o amigo, e por fim o amante, para me mostrar
Que tudo é possível quando realmente ainda se quer

Foste como um pai, presente que eu poderia querer,
O amigo de todas as horas que eu podia contar
Depois tive  nos braços o amante imaginário, você
Que foi capaz de meus sentimentos despertar...

Foste o homem completo que um dia na minha vida surgiu
E confesso que por mais que eu tentasse não conseguia entender
Que eras o bem mais caro e precioso que um dia sentiu
Todo o drama que eu não conseguia me livrar, só mesmo esconder

E me mostraste com tua experiência e sabedoria
Que eu ainda poderia  sentir pela vida amor e prazer
E na tua voz encontrei refúgio e bem mais alegria
Nas tuas mensagens o prazer pelo simples querer...

Mas te foste de mim... Assim como chegaste
Mas deixaste um grande aprendizado em minha vida
Por amor te aceitei e com amor me transformaste
E infeliz ou não, me livrei das tristezas e me fiz atrevida

E foi assim que na minha vida essa vida um dia chegou
Me transformando eu agora sei, para o melhor, ainda bem
De saudades ainda sinto o meu peito doer, é que acabou
Mas aqui encerrei o meu quinhão de dor e de prazer também

sábado, 31 de agosto de 2013

UMA LINDA BONEQUINHA



À minha afilhada Stefhanie

As vezes me pego pensando
Nos bons tempos de outrora
As lembranças me vão chegando
E nada tem a ver com o agora

Stefhanie por exemplo, quando criança
Sempre tão meiga, linda e companheira
São essas boas e ricas lembranças
Que perduram pela vida inteira...

Ela parecia uma linda bonequinha 
Os cabelos lembravam fios de ouro
E eu a admirava quando pela rua ela vinha
Meu pequenino e grande tesouro

Hoje, tão linda embora tão diferente
Os traços de outrora, há muito perdeu
Pois sabemos que a vida muda a gente
Mas minha afeição por ela permaneceu


segunda-feira, 26 de agosto de 2013

POBRE MENINO DE RUA


Pobre criança!
Sempre mal visto, mas, coitado, sempre tão carente
No olhar... Sentimentos confusos,  contraditórios
Falta-lhe tudo...Pois lhe falta esperança, infelizmente
E o chamam de delinquente... Nesse mundo ilusório

Mas no olhar, tão insolente as vezes
Mostra o quanto está perdido nessa situação
E olha com rancor, sempre invejando os burgueses
Que nada fazem para que viva em outra condição

E essa pobres crianças tão mal compreendidas
Quase nunca lhes é reservado um bom final
São um descaso da sociedade e da vida
E cada um é rotulado como futuro marginal

No inverno o corpo maltrado abriga
O sonho de se aquecer naquele dia
Desejando provavelmente,casa e comida
E por certo estas são suas maiores fantasias

E apesar de tanta pobreza e sofrimento
As vezes nos é permitido vislumbrar
Um riso cristalino, num pouco divertimento
Mas sabemos que é o espírito infantil a bailar

Quem dera um dia poder finalmente ver
Essas pobres crianças brincando a sorrir
E de alguma forma acabasse esse sofrer
De quem não pediu pra nascer nem existir

Que fossem essas pobres crianças poupadas
Da fome, da miséria e da humilhação
Que por um milagre todas fossem contempladas
Com amor, zelo e principalmente educação

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

QUISERA...APENAS


Eu queria no tempo tão somente me perder
E viver tudo quanto me fosse permitido
E nas lembranças sem nenhuma culpa reviver
Todo esse amor que por nós nunca foi esquecido

Queria entrelaçar minha alma à sua mais uma vez
E sentir o quanto por ti sou correspondida
Esquecendo tudo que representasse apenas sensatez
E lhe fazer entender que essa seria de fato nossa vida 

Quisera, no meu silencio mostrar o que ninguém compreendeu
Que sempre seremos bem mais do que o destino permitiu
E  mostrar o quanto seria perfeito esse amor entre você e eu
Mas que  no tempo se esvaiu e por muito pouco se destruiu

E antes que pela derradeira vez os meus olhos eu venha a fechar
Que eu possa ao mundo e a você dar mostras do que aconteceu
Não quero que pensem que nesta vida apenas estive a sonhar
Na eterna esperança de ver que o nosso amor nunca morreu...







segunda-feira, 5 de agosto de 2013

MINHA DOCE CRIATURINHA


                                                          À Minha Pequena Júlia

Olhando pra essa foto tão linda
Eu mal consigo acreditar
Que é você minha pequena
Nesse lindo e perfeito caminhar
Que visão bela e estonteante
É bem mais que emocionante
E eu fico tão radiante
Por esses primeiros passos contemplar

Meu anjo de doçura e perfeição
Minha amada  e querida netinha
Eu fico aqui apenas pensando
Na alegria que trouxeste à vida minha
E me entristeço diante da saudade
Que a minha vida invade
Devido a distância de nossas cidades
E também do quanto me sinto sozinha

Ah! minha linda e doce criaturinha
Que nessa inocência estás guardada
Quem dera que não estivesses tão longe
E pudesses sentir o quanto és amada
Mas ainda és tão pequenina
E eu sinto que será minha sina
Viver de saudades minha menina
Enquanto vivermos assim... Separadas




EU AMO MUITO... VOCÊ

                                      
                                              À Minha Netinha Júlia

Quantas vezes em meus sonhos
Eu buscava  essa fofura sem perceber
E nos versos que nem sempre componho
Eu falo muito claramente só de você

São versos escritos na minha alma
Que me faz de amor... crescer
São frases que me transmitem calma
Pois só tem um sentido meu anjo... Você

Júlia, minha pequenina que amo tanto
Pra mim sempre serás um tesouro mui grande
Meu momento de maior e mais rico encanto
Por tão grande amor meu coração expande

Talvez eu não lhe tenha como desejo
Mas é imensa a vontade de sempre lhe ver
E quero aproveitar nesse momento o ensejo
Pra dizer que eu amo muito, muito mesmo... Você


quarta-feira, 31 de julho de 2013

AO SOM DO VENTO


O dia amanheceu ensolarado... Uma brisa suave traz consigo uma frieza que destoa da real paisagem. Não há a beleza costumeira após dias nublados ou chuvosos. Relanceio o olhar na tentativa de vislumbrar o que está faltando para dar uma alegria legítima a esse dia, mas não encontro.
Busco no brilho intenso do sol, mas é em vão... Os galhos das árvores bailam ao som do vento que as vezes está ameno,  em outros momentos  menos suave.
De repente  em minha mente sinto como o surgir de uma centelha... A sensação de gelidez está na minha alma e não e não na visão deslumbrante que se descortina ante o meu olhar.
A tristeza que se acomoda em mim é apenas o reflexo do que me vai na alma, pois já não encontro brilho nem cor a me saudar, mas o que vejo na realidade e tão somente é a alma que transborda de solidão num grito calado,  grito este, sufocado por tudo que me cerca... Por todos que estão ao meu redor.
Como libertar-me desse grilhão se é dele que tenho tirado vida para viver, se é desse sofrer que tento desesperadamente alçar voo em busca do teu eu, mesmo sabendo ser em vão...
Te foste, deixando em mim essa louca esperança de que minha espera tarda mas se concretizará, que ainda verei tua face a me sorrir, teus olhos a questionar-me o porquê de nunca termos ido mais além.
Como questionar-me se te foste mais além... Bem mais além, sem sequer despedir-se de mim. E eu aqui continuo te vendo nas mínimas coisas e te buscando dentro dessa minha imaginação que teima em dizer que estás chegando mas que eu nunca vejo isto acontecer.
Quem dera, que no momento de fechar os olhos numa derradeira vez ainda conseguisse ver a tua imagem saindo do meu pensamento e tomar forma diante de mim a dizer-me: - Estou aqui... Voltei...
Mas não... O que verei acontecer será eu lentamente me aproximando de ti e dizer: - Cheguei e não mais nos separaremos. te foste de mim, mas consegui chegar a ti... E vibraremos por este momento triunfante e eterno.

domingo, 28 de julho de 2013

PARABÉNS ANINHA


À QUERIDA ANA MACÁRIO

Já há algum tempo que não te vejo
E a saudade  bate forte em meu peito
E hoje sendo um dia alegre festejo
Resolvi fazer alguns versos, meio sem jeito

Eu só queria de forma simples te homenagear
Fazer-te entender o quanto és importante
Para todos que te conhecem, e assim mencionar
Teus amigos da faculdade que te lembram a todo instante

Parabéns meu anjo querido, nessa data especial
Onde comemoras mais um ano de lutas e experiências
São muitos momentos que se transformaram de banal
Nas mais brilhantes oportunidades de tua existência

Que Deus em sua infinita sabedoria
Continue guiando cada um dos teus passos
Te cobrindo sempre de grandiosas alegrias
E para o teu hoje receba o meu caloroso abraço

E que este possa de forma suave transmitir
Os meus desejos de muito sucesso em tua vida
E no amor de cada um dos teus amigos possas sentir
Que és um presente nessa convivência que nos convida

sexta-feira, 26 de julho de 2013

ESSE LINDO PRESENTE


Para a minha netinha Júlia

Parece que foi ontem que tudo aconteceu
Mas o tempo foi passando de mansinho
E um ano já vai fazer que Julinha nasceu
Povoando de sonhos nossos caminhos

Esse lindo presente que um dia Deus nos deu
Tornou-se um acorde perfeito em nossas vidas
E essa vidinha que tanto encanta os dias meus
Tornam minhas horas sombreadas, esquecidas

Júlia meu anjo amado e tão querido
Tão pequenina nem podes me entender
Mas confesso que és o meu sonho preferido
Minha grande razão do amanhã ainda querer

Minha criança tão amada e singela
És da natureza uma grande perfeição
As vezes me parece uma aquarela
Onde o pintor usou como tela o coração

Meu pequenino e grande tesouro
De saudades por vezes me vejo entristecer
Se eu pudesse teceria com fios de ouro
Uma coberta, para no inverno te aquecer

Mas por hora minha netinha amada
Receba da vovó esse pequeno desvelo
Que mesmo em palavras desencontradas
Roga a Deus carinho para ti e muito zelo



FELIZ ANIVERSÁRIO!


À Minha Querida Prima Carlinha Santos

O tempo que não para, por nós vai passando
E é quase nunca que conseguimos perceber
Que as crianças aos poucos vão se transformando
Como aconteceu minha bela pequena, com você

Hoje, nesse dia tão comum, é o teu aniversário
Mas para quem te conhece não é tão comum assim
É uma data especial, na vida, no desfiar do rosário
É um dia lembrado por muitos e também por mim

Parabéns Carlinha! e que Deus em sua infinita bondade
Te faça conhecer da vida os melhores momentos
Te mostre o melhor da vida e fortifique tua personalidade
que possas usufruir junto aos teus os melhores acontecimentos

Que cresças como até hoje, uma excelente menina
Sendo o orgulho da família e dos amigos também
Que em ti sempre permaneça a proteção divina
E que um anjo passe agora e aos meus desejos diga amém

Um beijo enorme em teu pequeno e grandioso coração
Que as lágrimas que a ti chegue sejam sempre de alegrias
Se eu soubesse para hoje te faria uma bela canção
Onde eu pudesse ressaltar tuas qualidades crescente a cada dia

quarta-feira, 17 de julho de 2013

O MELHOR DE MIM


Acredito que o melhor de mim
Não sei se foi você que levou
Ou se foi a vida que pôs um fim
O que sei é que esse melhor acabou

Talvez pelas amargas circunstâncias
Vi meus sonhos um a um se perder
Não houve entre a vida e eu ressonância
Desde o fatídico dia que me perdi de você

O meu grito calado não encontrou eco
E pelo destino o vi sendo tragado
Me perdi... Me desnorteei... Não nego
Quando tudo aconteceu tive o sorriso apagado

Desfeito todos os sonhos tão bem projetados
E os pesadelos aos poucos, forma tomaram
O destino sempre tão cruel e degenerado
Nunca se importou com cada pranto derramado

Já não busco o que penso ter perdido
Embora por muito tempo tenha procurado
Meu sonho maior sempre tão perseguido
Jaz no tempo... Pois no tempo foi suplantado


quarta-feira, 3 de julho de 2013

ISTO É APENAS UM ATÉ BREVE



À minha querida tia Rita (in memorian)

Você se foi e nem sequer me perguntou se eu queria ficar
Acho que não deu tempo, foi tão rápido... Foi atroz
Não mais te terei para tantas coisas ainda me perguntar
Nem a terei por perto para ir quando piadas eu fizer de nós

Não terei como esquecer cada gesto brando e palavra afável
Nem o toque carinhoso que a mim com amor afagavas
Foste uma pessoa tão generosa tão doce e tão amável
Era em teus braços que muitas vezes consolo eu encontrava

Terei ainda algum tempo para conservar na memória
As palavras que me dizias e que ainda as tenho de cor
Foste parte grandemente forte e viva da minha história
E sem dúvida no meio do caos o que encontrei de melhor

Agora que de mim estás distante, por algum tempo ainda terei
As lembranças a afagar-me como se fosses tu a fazer-me o carinho
E teu riso sincero a acompanhar-me pra sempre... e disto bem sei
Pois um sentimento tão grande assim permanecerá em meu caminho

Até breve minha tia querida e tão mais amada por mim
Terei horas de tristeza no peso dessa minha solidão
Mas um dia nos encontraremos... Pois isto não é o fim
E isto será breve, pode ser no começo ou fim de qualquer estação



quinta-feira, 27 de junho de 2013

TERNAS LEMBRANÇAS


À Minha Querida Elcana

Tanto tempo se passou... Só as lembranças restaram
Mas, ainda lembro e como se fosse hoje...Eras apenas uma criança
Com as travessuras que a idade lhe permitia... Mas poucas se contaram
Porém, em teu olhar sempre brilhava a forte luz da esperança...

Hoje, muitas coisas ainda nos remete a esse lindo passado
São lembranças ternas, repletas de grandes alegrias
E eu sei que em tua vida o tempo tem mostrado
Que a vida na verdade é bem mais que meras fantasias

Mas hoje Quinha, não é um dia comum... Ao contrário
Ele é muito especial para todos que te conhece
Já que é vinte e cinco de junho... Dia do teu aniversário
E essa data tão importante, no ano, apenas uma vez acontece

Bendita seja essa jornada nessa tua linda história
Que teus momentos se eternizem sempre em amor e paz
Pois Deus tem para ti um trajeto repleto d glórias
Pois quem sempre foi filha e esposa admirável, nada disso se desfaz





quinta-feira, 13 de junho de 2013

O QUE TENHO É ASSIM


Eu realmente queria me fazer diferente
Sorrir para o tempo e dele rir também
Me sentir menos solitária e descontente
Dar asas aos pensamentos indo mais além

Eu queria me sentir diferente
Me envolver apenas por alegrias
Talvez a vida não me fosse tão exigente
E nela não houvesse tantas tristezas e agonias

Porém no meu hoje o que tenho é assim
Uma alma envolta em sonhos desfeitos
E um dissabor que parece nunca ter fim
Aprisionando consigo qualquer plano perfeito

Queria fechar os olhos e ao abri-los... Surpresa!
Meu sonho maior se tornando realidade
Evaporando de mim qualquer vestígio de tristezas
E sentir que meus sonhos não se foram com a idade.

terça-feira, 14 de maio de 2013

NOVAS GERAÇÕES


Ao olhar esta bela fotografia
Me obriguei a outros tempos rever
Quando eu também era alegria
Não tão pequena Júlia, como você

E ao fitar da tua mãe o belo sorriso
Também lembrei de outro tempo atrás
Mesmo quando eu tinha o riso contido
Mesmo assim... De ser feliz eu era capaz


Hoje minhas alegrias ainda consistem
No dia a dia dos que me rodeiam
Mas nas lembranças que ainda persistem
Vez por outra os pensamentos vagueiam

É o passar do tempo tão frio e intransigente
Novas gerações se formam a nos mostrar
Que não importa o caminhar da gente
Os nossos passos, têm o momento de parar

É assim a existência nossa nessa longa jornada
Cada um tem um papel aqui a cumprir
Mas estou feliz vendo os frutos que semeei na estrada
E que permanecerão depois que eu partir

Um belo sorriso ao lado de uma careta linda
E esses momentos em fotos irão perpetuar
Revivam cada lembrança que não são infindas
Cada momento que por certo irão lhes marcar

E mais tarde quando novas gerações se fizerem
Lembrem sempre da semente que um dia semeou
E durante a vida outros momentos se quiserem
É só espalhar o maior dos sentimentos... O amor











sexta-feira, 10 de maio de 2013

MINHA VIDA

Essa  madrugada senti o bafejo da morte
Me encolhi toda como uma desprotegida menina
Fui tentando inutilmente me fazer de forte
Percebi ser em vão e senti-me bem mais pequenina

Senti na alma o látego com seus açoites cruéis
E as lágrimas vertidas em tom forte de vermelho
Minha vida se desfiava num  rosário de contas infiéis
E senti da morte o desprezo que me trouxe medo

Um ar gélido invadiu sem preâmbulos o meu quarto
Um cheiro nauseabundo foi tomando conta do ar
Tudo me pareceu sem sentido... Menos o fato
Da minha ânsia em querer um pouco mais de ar...

... Ar para me envolver e poder cant...ar
para não mais me surpreender e sonh...ar
para poder viver e não mais veget...ar
Ar simplesmente para am...ar

terça-feira, 30 de abril de 2013

A MAIOR MARAVILHA DA NATUREZA


PARABÉNS À KAREN E MOISÉS

Poucos são os momentos realmente felizes
Mas ontem, algo de maravilhoso nos  aconteceu
Foi a notícia de que mais um casal de aprendizes
Viverão a expectativa da espera que lhes proporcionará Deus

Falo da imensa alegria que Karen e Moisés irão nos proporcionar
A chegada de um herdeiro(a) é uma dádiva que espalha alegria
E serão dias... Semanas e meses que vamos compartilhar
Numa constante espera... Desde o nascer de cada novo dia

Parabéns Karen e Moisés por esse presente divino tão desejado
Que seja o que Deus quiser, apenas pedimos que venha com saúde
Agora teremos dias de ansiedade por algo mais que almejado
Mas fará parte da rotina os acontecimentos que chegarão amiúde

Novos cânticos brotarão de vossas, por vezes, inquietas almas
Mas tudo a seu tempo e terão maravilhosas surpresas
Com fé em Deus e paciência jamais perderão a calma
Pois ser pai e mãe ainda consiste na maior maravilha da natureza


quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

GRANDE OBSESSÃO

Um dia, deixaste de ser esperanças
Deixaste de ser até mesmo saudades
Em mim se apagaram as lembranças
Tudo se perdeu em tuas iniquidades

Mas até que demorou para acontecer
Talvez tenha sido a minha falta de orgulho
Pois qualquer coisa que viesse de você
Eu recebia como o mais precioso embrulho

Foi longo o tempo mas um dia aconteceu
E o que julguei ser imenso em meu coração
Era na verdade indigno de dizer, ser meu
Pois era na verdade uma grande obsessão

E a vida que por capricho quase tudo me negou
Compreendeu por fim que nada tinha a ver
Eu morrer de amor por quem nunca me amou
Com certeza eu sentia tudo, menos amor por você

NADA MAIS


Na vida, fiquei presa nas lembranças
Esquecendo até mesmo de viver
Se esvairam meus sonhos e esperanças
Tão presa estava, ao passado e a você

Debruçada no parapeito da minha vida
Apenas ollhando-a e a vendo passar
Esquecida das vezes que me fiz atrevida
Ansiosa demais em querer lhe encontrar

Mas hoje, nada nessas lembranças me retém
Pois descobri por acaso que a vida continua
E disso tudo, nada mais a minha alma detém
Que seja imposta por qualquer lembrança sua

À menina polly

Esse era realmente um dia muito especial
Data que não podia passar despercebida
Pois a Polly, menina de jeitinho tão angelical
Estava a completar mais um ano de vida

E comecei a pensar no tempo em que a conheci
Com seus modos delicados e olhar tímido.
E foram nesses momentos que muitas vezes senti
O quanto de valor ela tinha naquele jeito inibido

Perdoe-me polly, a forma que uso para me desculpar
Por não tê-la cumprimentado na citada ocasião
Sem demonstrar meu carinho ao não lhe parabenizar
Mas hoje o faço, com todo carinho e amor do meu coração

Me retrato desse esquecimento de imerecida desculpas
Mas que em nada diminui por ti o meu bem querer
Embora saiba não ser esta a forma habitual que se usa
Para desejar felicidades e muitos anos de vida para você

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

A TODOS VOCÊS



Eis que o tempo acadêmico é findo
Mas pra maioria será apenas o início
tudo o que vivemos, por nós  foi bem-vindo
Vejamos agora o tudo, desde o princípio

Para alguns, foram noites estressantes  
Já para outros, proveitosas e até divertidas
Mas em sua maioria, com certeza interessantes
Alí nos preparávamos para o melhor da nossa vida

Rolou de tudo um pouco, isso deu pra perceber
Porém o mais importante e foi fundamental
Aprendemos principalmente a nos conhecer
E a fazermos o melhor para nosso objetivo final

Serão possivelmente promissores jornnalistas
Que com certeza chegarão nessa reta final
Com um outro olhar. Mais ousado, para a vida
Dando de si o máximo, para um bom profissional

Em especial, desejo a Geny e também a Simião
Que permaneçam, não só as boas, mas todas as lembranças
Já que tanto vocês como eu, pra este curso, temos outra  visão
Mas que em certos momento... Nos deixou como crianças

Aprendemos que sempre pode haver um recomeço
E que nunca é tarde quando algo nós determinamos
Conhecê-los, foi pra mim de grande e único apreço
Todo este tempo que juntos, sempre caminhamos

Ao restante da turma que viver estão apenas começando
E de jeito nenhum estou me referindo ao fator idade
Pois eu parto do princípio, pelo qual se viram sonhando
Galgando com dificuldade os passos para a tal felicidade

Pois independente das difíceis e criticadas situações
Que cada um se viu de alguma forma obrigado a passar
Mas foi determinante para a vitoria de cada um dos corações
Não titubeando ante as passadas que cada um teve que dar

Para cada rosto eu via um cansaço diferente... Porém
Nunca deixando de ser cansaço... Ou mesmo fadiga
Por certo todos se esforçaram, mas devo dizer também
Que houve muitos gracejos e até um pouco de intrigas

Mas passado o tempo, novos horizontes despontam
E agradecidos estamos a todos os professores dessa jornada
Com amor e profissionalismo, essas mentes deixaram prontas
Tornando-os preparados para enfrentar da vida as invernadas

................................................................................................

Amei conhecer a cada um desses  meus colegas esforçados
E aos professores que tão bem souberam me mostrar
Que a vida é bem mais que um desafio de gestos ultrapassados
É acima de tudo, o respeito de cada um que desejamos alcançar

Desejo a todos vocês que fizeram parte dessa etapa da minha vida
Muita paz e sucesso pelas longgas caminhadas dessa existência
E para todos que não estiveram conosco desde o início nessa lida
Que tenham amor  à profissão  qualquer que seja da vida a exigência

Me perdoem todos aqueles que nunca consegui agradar
E a tantos outros que desagradei, mesmo sem intenção
Mas a todos vocês aprendi a amar, respeitar e admirar
E que sempre os conservarei dentro do meu coração

MEUS ALHEAMENTOS


Essa vontade tão sem vontade me inquieta
Mesmo quando ainda há pouco estive a sorrir
Porém, o que realmente me deixa boquiaberta
É esse cansaço... Cansaço por apenas existir

Me perco em saudades... De que, nunca sei
De quem , já não tenho mais tanta certeza
No momento, o tudo que eu me lembrei
foi o nada que restou de uma certa correnteza

Comigo o destino brincou de se esconder
E raras vezes, em tempo, disso me dei conta
Na minha vida pouco ficou, pois creio que até você
Nossa história, nem em pensamentos a remontas

Outra vez mais sorrio e nem mesmo sei de que
Talvez de mim mesma e desses meus pensamentos
Que até mesmo nas lembranças me fazem ver
Que o tudo desejado... Só os tive em alheamentos

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios