terça-feira, 23 de setembro de 2014

UM GRITO SUFOCANTE


O sol da minha vida se pôs
No horizonte eu o vi se encobrir
Eu nem sei porque você se foi
Só sei que minha vida vi sucumbir

A noite se preparou sem tardança
E a minha alma agonizou nesse torpor
És tu vida a minha maior esperança
És tu o meu maior sonho de amor...

Minha visão ficou muito mais embaçada
Era o efeito da minha embriagues sem razão
E como se eu fosse apenas uma condenada
Ouvi a sentença que destruiu meu coração

Um grito Sufocante engasgou no meu orgulho
E as lágrimas de dor banharam o meu rosto
Meus pés se feriram nos imaginários pedregulhos
E eu desabei diante de mais este desgosto...

Em meu peito a dor queimava como lavas de vulcão
E desesperada agarrei-me à tua invisível presença
E ouvi de longe um sussurro que penetrava meu coração
Que vinha de longe rompendo a minha descrença

E uma paz se fez bem mais forte que aquela dor
Era teu amor que chegava de mansinho meu bem
Despertando-me daquele miserável e infeliz torpor
Me mostrando que o nosso amor vai mais além


Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios