terça-feira, 23 de setembro de 2014

MATURIDADE


A idade vai avançando
Me trazendo grande desgosto
É que ela vem marcando
De rugas o meu rosto


E cada dia que vai passando
Aumenta mais o meu sofrer
Pois são dias que vão deixando
Mais nublado o meu amanhecer

O sol já não tem o mesmo calor
O mesmo tem se esfriado para mim
Foi a perca do meu próprio amor
Foi a dor que se fez enfim

O espelho há muito me incomoda
Ele tem sido cruel e insistente
E não percebe que a minha dor brota
Ao sentir meus sentimentos decadentes


Decadentes também meus pensamentos
Perdido em busca do que já passou
E em meio aos grandes contratempos
Sinto que pouco se foi,e muito ficou

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios