terça-feira, 23 de setembro de 2014

EU VIVO POR TI... AMOR



Como pode alguém marcar tanto assim uma outra vida?
Talvez nem percebeste a importância da tua chegada
Mas uma vida que outrora se achava tão perdida
Hoje sorri... Esquecida do que a fez ser tão amargurada

No peito as vezes ainda se ouve um soluço gritante
Mas é a dor da saudade que martiriza sem piedade
De resto, apenas o medo da solidão que fustigante
Insinua  sarcástica o que a martiriza... Apenas a idade

Quem dera fechar os olhos sem nenhum receio
Sem medo de ao abri-los não mais poder contemplar
Todo esse grande amor, que através de vida. a mim veio
E com tamanha  intensidade, que por ela me deixei levar

Amo infinitamente essa palavra... VIDA, pois eu sei
Que se não fosse por ela eu não estaria feliz como estou
O que não quero é olhar para traz e dizer... Um dia eu amei
Só quero mesmo num grito sufocado dizer:- Eu vivo por ti... Amor

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios