terça-feira, 9 de setembro de 2014

AMOR IMENSURÁVEL




O tédio mais uma vez irá me asfixiar
Olharei em volta e não verei nada de diferente
Apenas a tristeza que transparece em meu olhar
E que cada vez é mais forte ,mais insistente

Há muito, eu bem sei, que perdi aquele jeito
De quem sempre está esperando algo acontecer
O tempo irá passando e eu sentirei uma dor no peito
Ao ficar pensando que nunca mais eu terei você

E nessa angústia que sempre se fará presente
Nessa saudade que penso nunca mais irei mitigar
Sentirei a sua presença, quase que indiferente
A esse meu sofrimento que eu não consigo evitar

As vezes penso que há algo errado em mim
Já que nada consigo fazer para evitar tanta dor
Mas eu sei que as coisas acontecem assim
E dessa vez devido a esse meu grande e louco amor

Fosses com certeza um toque contagiante
Que todo o meu corpo um dia impregnou
E numa alegria quase que esfuziante
Roubasses de mim tudo...Só restou meu amor

Amor  esse que será tão sofrido e incontrolável
que me roubará a vida todos os dias do meu viver
Marcasses a minha alma com um amor imensurável
Mas o meu amor, este, o guardarei apenas para você

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios