terça-feira, 23 de setembro de 2014

AMADA MENINA



Eu queria muito fazer pra ti um poema
Que te deixasse um pouco mais encantado
E mesmo que fosse de forma amena
Mostrar o que meu peito guarda calado

Eu queria de forma sutil te mostrar
Essa ânsia que vive a me consumir
E sem receios algum poder declarar
Que já não consigo nem mesmo dormir

Então tentarei talvez até meio sem graça
Deixar a minha alma enlevada falar
Confessando até com certa pirraça
Que consegui afinal te conquistar

Mas este seria um nosso segredo
Que nem precisava ser tão segredo assim
Pois se este amor levou todos meus medos
Com certeza entre nós nunca terá fim

Mesmo assim eu queria  fazer-te uma poesia
Onde nossos nomes selassem numa rima
Mas por hora prefiro  te encher de alegrias
E continuar sendo a tua amada menina

--

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios