terça-feira, 23 de setembro de 2014

ME DEIXA SER



Me deixa ser o que tanto esperavas
O abrigo pra tuas noites de solidão
Mata a tua vontade de amar em mim
Deixe que eu me abrigue em teu coração
Que eu seja o teu tudo e o teu nada
A palavra dita e também compartilhada
Me deixa ser a companhia da tua jornada
Me embriaga na loucura dessa tua paixão

Que sejamos amigos...Amantes... Meu amado
Que sejamos apenas um de alma e corpo
E que nos embriaguemos no furor dessa paixão
Que eu veja o prazer refletido em teu rosto
E que tu possas me amar com loucura
Que eu beba da tua boca toda a doçura
Que percas pelo meu corpo toda ternura
Embriagados nesse amor com sofreguidão

Que o prazer se exploda em mil gozos
E toda tua loucura injetes em meu eu
Me abraces depois com suavidade
E diga baixinho... Menina... Sou teu!
E não me acorde se o cansaço me vencer
Me deixe em teus braços adormecer
Ainda sentindo que reaprendi a viver
E agradecendo do nosso amor... O apogeu
https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif


Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios