terça-feira, 23 de setembro de 2014

Plenitude



São muitos risos espocando lá fora
Não diferente do que acontece aqui
A tristeza de mim já foi embora
Hoje só tenho motivos para sorrir

E essa saudade que adiante me espera
Aguardando o momento do nosso encontro
E esse momento para mim não será quimera
Pois estaremos nós dois seguramente prontos

Até lá, ficarei nos braços da madrugada, perdida
Sonhando com esse momento, de te encontrar
E ansiosa aguardarei o instante que essa vida
Possa sem receios finalmente a mim chegar

E cada minuto dessa espera será um suplício
Sempre que no relógio eu veja as horas a passar
Desse modo tentarei então criar um relógio fictício
Onde as horas de saudades ele não vai marcar

E nessa minha louca e providencial atitude
Irei aos poucos esse meu destino enganar
Até que chegue o momento de minha plenitude
Que será quando eu puder finalmente te abraçar

https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios