segunda-feira, 8 de setembro de 2014

NESSE JARDIM



Porque me dizes  até com certa insistência
Que por mim estás muito apaixonado
E isto é algo que me afirmas com veemência
E percebo que este amor já não é camuflado

Amar é algo tão simples de se sentir
E nosso amor não o tratas por casual
Que eu pensava apenas em mim existir
Mas percebo ser para ti muito especial

Se eu pudesse com certeza ao mundo iria gritar
Já não apenas me queres, mas me amas também
E esse nosso amor está muito difícil de o calar
Pois esse amor acredito vai dessa vida mais além

Mas de repente me calo... É que a dúvida me vem
Me amas realmente, ou serei eu apenas escudo
Pra tua defesa contra a infeliz da solidão meu bem?
Ou será por precaução que diante de tudo ficas mudo

Deve ser tolice minha qualquer tipo de receio
Que venha perturbar o que penso ser os dias meus
E eu não quero pensar que eu seja apenas o meio
Pra afastares a solidão que perturbam os dias teus

Mas sorrio ante essa desconfiança meu amor
Pois bem sei que são pensamentos sem nexo
E eu sinto ser bem mais do que uma simples flor

Nesse jardim que tua alma criou,as vezes  tão complexo

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios