domingo, 5 de fevereiro de 2012

CHEGASSES...



Ao Meu Amigo José Carlos Manzano

Zé, Você surgiu em minha vida de repente
Chegasses... para aliviar esse meu sofrer
E foi nesse momento tão difícil...cruciante
Que o destino me trouxe simplesmente... Você

Eu tão acostumada aos muitos e ruins momentos
Quase nem acreditei quando o vi do nada surgir
E com carinho tentas alcançar meu pensamento
Clareando com suavidade o meu triste existir

Confesso... eu nem esperava da vida tal presente
Nessa hora de total abandono da minha existência
Talvez, a vida que sempre me foi tão indiferente
Resolveu ter para comigo um pouco de clemência

E foram tantas as rosas que surgiram pelo meu caminho
Mas nunca tive o perfume, só o coração ferido em cada idade
Mas de repente você me surge tão doce para tirar os espinhos
Deixando-me exalar um suave perfume que eu chamo de amizade

Um comentário:

Zé Carlos disse...

Oi menina, obrigado.

Tão lindo seu poema e esta homenagem me deixa sem jeito, mas muito agradecido.... Bjs do ZC

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios