terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Nas Entrelinhas


Nas entrelinhas do que escrevo
Deixo bem escondidinho
Cada lance de desejos
Envolvido em carinhos

Do perfume, a rara essência
De tantas e especiais ocasiões
Onde com muita paciência
Dividimos nossas opiniões

E com esmero deixo subentendido
Cada gesto teu disfarçado
Onde finjo não ter compreendido
Teu desejo de ser abraçado

E cada pontuação consegue esconder
O que sempre buscamos disfarçar
É quando tentamos por um pouco reter
O desejo estampado em nosso olhar

E em cada frase deixarei a descoberto
As nuances que espelham nossa alma
Bem sei que nada deve ser manifesto
Nada que possa perturbar nossa calma

Que eu consiga nas entrelinhas esconder
Cada gesto ou olhar sem sentido
Qualquer coisa que nos dê prazer
E que em pensamento nos seja permitido

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios