quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Uma Vida A Dois


Como acontece em todo conto de fadas
Imaginei para nós algo muito profundo
Porém como em toda história mal contada
Não previ que nós não ficaríamos juntos

E quem conta uma história acrescenta um ponto
A nossa infelizmente foi bem mais além
O destino conseguiu transformá-la em um conto
Onde os desencontros mais desencontros provem

Me mostraste o melhor de uma vida a dois
Impregnando com teu cheiro meu corpo e alma
Para sem pensar, algum tempo depois
Sair da minha vida e levando a minha calma

Até que levaste pouco de mim, se percebe
Pois com certeza muito foi o que em mim ficou
É que deixaste dor, saudade e isto não se deve
Já que te foste levando o melhor desse amor

E já nem sei se perdoar isto eu consigo
Pois sofrer por amor não chega a ser fatal
O eu que não perdoei do que fizeste comigo
Foi deixares tuas lembranças como algo banal

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios