quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Nunca Saberemos


Nas lembranças as vezes eu penso
Como seria a nossa vida agora
Se tivesse sido diferente o momento
Se nada tivesse acontecido naquela hora

Como estaríamos vivendo nossas vidas
Se assim como hoje nós estamos
Cada um com a sua história as vezes fingida
Uma vida bem diferente daquela que pensamos

Ou será que vivendo como um dia sonhamos
Numa feliz jornada sempre em harmonia
Uma vida onde um dia juntos criamos
Para a consumação das nossas alegrias

Nunca saberemos como realmente tudo seria
Pois não lutamos o suficiente para defender
A maior razão de todas as nossas fantasias
Essa cumplicidade que havia entre eu e você

Mas bem sei que os nossos fiéis pensamentos
No espaço se encontram vez por outra
E sentimos das lembranças os despertamentos
Como o fazes quando lês o que escrevo agora

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios