segunda-feira, 4 de outubro de 2010

O Tempo É Tão Pouco

Ao Casal Flávia e Breno


São tantas histórias que eu ouço
As vezes são entre si bem diferentes
Tem umas que até nos dá desgostos
Mas já há outras que nos deixa contentes

Hoje escutei uma história que me deixou
De certa forma, até um pouco entristecida
Uma história que ainda não despertou
Esse casal que está a perder tempo na vida

Pois tanto a Flávia quanto o jovem Breno
Estão deixando passar o melhor da vida, sem razão
E embora seja uma situação que eu até entendo
É que eles não estão deixando falar a voz do coração

Breno e Flávia... Não permitam que o tempo destrua
Esse amor que na verdade tem tudo para dar certo
Juntos, desafiem o mundo e deixem que a vida construa
O que na verdade o destino já tem como decreto

O tempo é tão pouco para um amor se viver
E essa história que pertence apenas a vocês
Não creio que irão permitir a vida desdizer
O que o destino tão bondosamente já fez

Acredito que não foi à toa que se conheceram
Pois isso com certeza é coisa do destino
Não esperem para dizer que um dia viveram...
Mas que juntos vocês vivem um amor infindo

Um comentário:

Anônimo disse...

Gil, Com toda certeza ADORAMOS... MARAVILHOSO... vou mandar pra ele tbm quem sabe esse poema os levara a igreja..... OBRIGADO mesmo.... UM abraço...

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios