quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Dentro De Mim


Triste eu caminhava lentamente
Sempre levada pelas muitas recordações
E percebi que em meio a tanta gente
Nada havia que representasse emoções

E me pergunto sem conseguir entender
A resposta que traz a minha mente
Pois ela me mostra que se não tenho você
Nunca terei como ser feliz completamente

Nem como farei para achar beleza no que vejo
Pois em meio a tudo, apenas o que eu sinto
Despertará na minha alma como um lampejo
O tudo que de todos escondo e ainda minto

Minto até mesmo para mim e isso já notei
Nessa minha indiferença muito pouco fugaz
Minto porque eu há muito também já sei
Que só mentindo,de melhor fingir serei capaz

Minto por mim e até por ti... Confesso
E de tanto mentir as vezes até eu acredito
Que essa história que no passado encerro
No presente eu sinto que por ela ainda vivo

E não importa a forma que eu um dia escolhi
Para viver essa loucura que nunca tem fim
Pois com a ajuda do destino um dia decidi
Não deixar essa história morrer dentro de mim

Um comentário:

Anônimo disse...

Amo suas mensagens… São lindas. Parabéns !
Que Deus o abençõe.

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios