sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Na Memória


Como serão os teus dias
E as tuas noites também?
Suponho que sejam de alegrias
Pois razões para isso sei que tens

E quando sentes o roçar da brisa
Que por certo lembranças trazem
Recordarás de algumas carícias
E absorverás o perfume dessa aragem

De relance em teu olhar passará
Alguns momentos de grande ousadia
Mas nada disso conseguirá ofuscar
O motivo real dessa tua alegria

Porém sabemos que qualquer que seja a razão
Que faça surgir alguma sombra em teu olhar
Será algum segredo que guarda teu coração
E que do mundo tão bem consegues ocultar

Mas independente do que um dia aconteceu
As recordações sempre farão parte dessa história
Pois são Lembranças que no tempo não morreu
Elas permanecem gravadas no coração e na memória

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios