sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Primeiro Amor


Estou de volta ao meu mundo vazio
Onde mora apenas eu e a minha dor
Lamento sempre por esse toque tão frio
E pela falta do meu inesquecível amor

E como louca passo as noites acordada
Pensando em tudo que a vida me tirou
Te foste deixando minha alma atormentada
Pela perca terrível do meu primeiro amor

E hoje já quase nem consigo dormir
E quando aceito o abraço frio da madrugada
É apenas tentando a minha solidão diminuir
E fantasiando o quanto ainda sou desejada

Nunca terei como alimentar minha esperança
Pois todas as vezes que tentei foi em vão
Perdi por completo o ar de inocente criança
Ao deixar a amargura fazer morada em meu coração

E por mais que eu tenha tentado nunca consegui
Sufocar no silêncio essa minha tão grande dor
Pois o que eu ainda quero é o tudo que vivi
É toda a loucura dessa nossa história de amor

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios