terça-feira, 2 de novembro de 2010

Minha Filosofia


Pela vida caminhei sem contornar
Os muitos obstáculos que iam surgindo
Nem sempre tive a sorte pra me ajudar
E assim que a minha alegria foi sumindo

Na estrada o pó foi se acumulando
Pois nem sempre eu conseguia afastar
E a vontade de lutar foi se distanciando
Pois o destino esqueceu de me preparar

Continuei juntando tudo quanto me surgia
E nunca afastei de mim as fortes investidas
Do perverso destino contra a minha filosofia
Pois eu sei que seriam tentativas perdidas

Hoje, tudo o que na vida ainda me restou
É a certeza de caminhar por sobre as sobras
Não importando qual seja o tamanho da dor
Nem tão pouco o que a vida me dá por prova

Mas quando eu já estiver bem velhinha
E o cansaço as minhas forças minar
Terei ainda todas as lembranças minhas
Que o tempo em vão tentou de mim extirpar

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios