quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Amargo Desabafo


As lágrimas bailam em meus olhos
E a custo as consigo segurar
Elas apenas expõe o que na minha alma
Procuro com desespero disfarçar
Mas eu sei que tudo o que passo
Na frieza de um triste abraço
Conseguirei num simples compasso
Pra longe de mim arremessar

Pois não será ainda dessa vez
Que serei vencida pela dor
Embora eu sei que muito lutarei
Para não sucumbir a essa falta amor
Mas um dia bem sei acontecerá
O que para muitos ainda será
A grande verdade que haverá
De matar de vez a minha dor

E muito terei que aprender
Pois mesmo na dor devo sorrir
Não importa as pedradas que me atingiu
Pois um dia finalmente eu irei sentir
Que o maior dos meus sofrimentos
Talvez tenha sido a perca de tempo
Quando fingindo em cada momento
Esqueci de viver e só fiz existir

E nesse desabafo tão amargo
Busco também do tédio me livrar
E mesmo que eu nunca venha entender
Ainda assim... Tentarei me libertar
E se algum dia eu conseguir
Talvez eu venha novamente a sorrir
E mesmo que a vida volte a insistir
Tenho certeza que esse dia chegará

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios