terça-feira, 29 de outubro de 2013

MINHA ALEGRIA MAIOR



Minha doce e pequenina Julinha
Que de saudades faz meu peito doer
Amo demais essa minha netinha
E meu desejo é estar sempre com você

E sempre que a tarde vai morrendo
Penso em você minha linda pequena
Então sinto meu semblante entristecendo
É que essa saudade nunca será amena

Minha amada netinha Júlia... Meu encanto
Minha dor se faz ainda maior é por saber
Que estarás distante e assim meu pranto
Terá meu anjo, por muito tempo razão de ser

Mas o tempo talvez ainda assim me traga
Razões para sorrir sempre, ao lembrar de você
Quem sabe não terei apenas saudades, mas a paga
Por ter e superado com carinho a ausência do teu querer

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios