sábado, 7 de setembro de 2013

SÓ ASSIM


Num mundo de muita pobreza
Pouca fé e grandes maldades
Num mundo de tanta beleza
De muita ilusão e poucas verdades

Nesse mundo de gente grande
Onde é a cobiça que sempre impera
Reina soberana por alguns instantes
A inocência da criança que espera

Esperando por um momento
Que o amor se sobreponha
Se desfaça o mau encantamento
Vencendo a dignidade e a vergonha

Que se destrua o câncer da corrupção
E finalmente a luta pela honra se coroe
Deixando espaço para os bons de coração
E que ninguém mia se irrite nem se magoe

Que vença sempre o maior
Maior em bondade, em amor
Não queremos apenas o melhor
Queremos que nos livrem de mais dor

Só assim, nesse país  haverá progresso
Riquezas, calmarias  e tudo  mais
Seremos então um povo de sucesso
E por fim seremos uma nação capaz





Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios