domingo, 4 de março de 2012

FALTA EM TI




Pensamentos intranquilos,
Com ousadia vêm me despertar
Meu coração... Nem posso ouvi-lo
Está em silencio, não quer falar

Corpo cansado...Precisa repousar
Os sonhos quase sempre perturbadores
Que eu sei, nunca os poderei realizar
E trazem na essência todos os estertores

Os estertores de quem se deixa sonhar
De quem padece, sem sequer pressentir
Que nem sempre, conjugar o verbo amar
Está no nós... Falta em ti esse sentir

Mas que sobreviva o que existir de melhor
O eu... O tu, ou quem sabe, até o nós
Vivermos intensamente o que não seja o pior
Mas o que for mais prazeroso entre os lençóis

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios