quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Pequenos Gatinhos



Estou me sentindo terrivelmente miserável
Algo que fiz sem medir as consequências
Hoje me encontro numa situação desagradável
Vítima talvez da minha própria inexperiência

A história é um tanto quanto longa e penosa
Direi apenas o desfecho final da minha ação
Trata-se de um gatinho e sua irmã dengosa
Que deixei que fossem levados sem hesitação

Já há dois dias que procuro deles notícias
Praticamente não como e não durmo também
Tirei de certa forma da nossa casa a malícia
Que fazia parte dessa alegria que ía tão além

Deixei que os dois gatinhos fossem levados
Pensando que os mesmos teriam uma moradia
Mas descobri que os mesmos foram largados
E desde então perdi parte da minha alegria

Preciso urgentemente tomar conhecimento
Da vida desses pequeninos bichinhos
Pois temo que seja grande o padecimento
Pelo qual esteja passando esses gatinhos

Ah! se eu pudesse então voltar no tempo
Jamais da minha casa eles teriam saído
Pois com isso só consegui sofrimentos
Nunca pensei ter momentos tão deprimidos

Que Deus perdoe essa minha cruel ação
Nunca suspeitei que eles iriam sofrer
Afinal eu tenho no peito um coração
Machucar os bichanos eu nunca iria querer

Mas nesse momento meu único desejo
É encontrar de vez esses gatinhos
Poder outra vez com amor acolhe-los
E apenas tratá-los com muito carinho

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios