quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Meu Desejo


Se meu olhar te suplica por uma chance
É que meu corpo anseia o teu abraçar
As vezes até me sinto como em transe
Apenas querendo deixar de contigo sonhar

Se fecho os olhos te vejo ao meu lado
E eu como louca só querendo te beijar
E se te sinto um pouco mais encostado
Fico só esperando que comeces me tocar

E muitas vezes chego a sonhar com teu peito
Onde a minha cabeça tranquila deixo repousar
E percebo que me olhas assim, meio com medo
É que sentes quanto desejo teus lábios tocar

Minha mente é um verdadeiro emaranhado
Por vezes me perco entre o sonho e o real
É quando vejo que não estás ao meu lado
Pois estou bem acordada e sozinha afinal

Ah! se da vida outra chance eu tivesse
E me deixasse pelo menos te abraçar
Talvez da vida eu bem mais quizesse
Agora uma chance para não mais sonhar

Pois sonhar é não poder em teu peito
Minha vida sem receios alí depositar
Sentir teu olhar de ternura e sem jeito
E saber que não posso sequer te tocar

Mas sonhar seria querer-te ao meu lado
E não poder nunca como agora te amar
Continuar a te sentir talvez atrapalhado
E não poder sequer de teus lábios provar

Não, não desejo apenas continuar sonhando
O que quero é poder contigo tudo mesmo viver
E nos nossos momentos vivermos bem amando
E ser felizes era o que mais desejaríamos ser

Era poder abrir os meus olhos e ter a certeza
De que juntos para sempre nós iríamos estar
Sentir tua mão entrelaçando a minha na grandeza
Desse desejo que em teus lábios eu iria encontrar





Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios