sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Espero Esperando


Tenho sentido uma tristeza tão grande
Que muitas vezes penso que não vou aguentar
Ela vem de mansinho e todo meu ser abrange
É muita tristeza para que eu possa suportar

E quando a tarde vai lentamente se despedindo
Abro os braços para então a noite assim receber
É quando minha tristeza vai aos poucos sumindo
Pensando que já está chegando a hora de te ver

E espero, esperando te ver aqui chegar
E minhas esperanças vão aos pouco terminando
E apenas o tempo eu sinto que está a passar
Até parece que o mesmo está comigo brincando

Ressurge então a infeliz e miserável tristeza
Me pondo inconsolável e de tudo a duvidar
Até parece que para mim ela só deseja
Que eu nunca tenha motivos para me alegrar

E incapaz de poder com clareza raciocinar
Tento buscar razões para um pouco sorrir
E vou pensando em mais uma vez encontrar
Muito mais motivos para poder à dor resistir

E sempre pensando em tristezas e saudades
Vou aos poucos tentando me acostumar
Quem sabe eu consiga um pouco de felicidade
Antes mesmo que o sol possa outra vez raiar

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios