segunda-feira, 24 de novembro de 2014

SÓ PRECISAMOS DE NÓS


Uma nuvem se aproxima de modo traiçoeiro
Receio que muito pouco eu poderei fazer
Na grande ilusão de um momento primeiro
Penso que aí está uma razão pra eu sofrer
Mas quem sabe não prevaleça a razão
E que nenhum infortúnio nos aconteça
Pois eu sinto a fragilidade do meu coração
A qualquer assunto que nos aborreça
Estás tão perfeito em minha existência
Que temo qualquer causa para aborrecimento
Já não existe motivos para carências
Poie reina entre nós perfeito entendimento
Não deixemos que nada afete nosso céu de brigadeiro
Pois do jeito que estamos está muito bom pra mim
Não necessitamos de nenhum tipo de entreveiro
Pois nada queremos que afete a você ou a mim
Nosso mundo está bom assim, mesmo nesse vagar
Então não podemos permitir que o mal nos espreite
Vamos de uma vez esse assunto chato encerrar
E só precisamos de nós para nosso sonhado deleite

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios