terça-feira, 11 de novembro de 2014

PENSEI QUE ERAS PÁGINA VIRADA


Ao parar para um descanso na minha caminhada
Já cansada e tendo pés feridos e alma sangrando
Decidi amor da minha vida, que eras página virada
Longe de saber que eu estava apenas me enganando
Os dias se passavam torturantes e cheios de dor
Mas de súbito eu vi dentro de mim tudo mudar
Em mim adormeceu meu sonho de grande amor
Já não havia vestígios de dor, tudo começou a mudar
Algo muito diferente em mim eu pude sentir acontecendo
Meu amor não havia acabado... Ele apenas adormecera
Cansado de sofrer... Lutou e aos poucos foi vencendo
A indiferença que um dia alguém para com ele cometera
Noites de dor e solidão caíram no esquecimento
A angústia da espera aos poucos foi sucumbindo
A indiferença não mais me atingia o próprio alheamento
Mostrou-me que aquele amor continuava resistindo
E não foi aos poucos que a minha vida eu tive mudada
Foi de repente, ao lembrar que no céu havia um Deus
Me apeguei a Ele no silencio de mais uma triste madrugada
Mas ao amanhecer comprovei que eu tinha algo de meu
Deus transformou amarguras em contagiantes alegrias
Desespero em paciente e bem mais tranquila espera
Eu pude sentir a presença de Deus a cada meu novo dia
Já não havia porque temer o renascer de uma nova quimera
E os dias se passaram a princípio longos e temerosos
Mas o amor de Deus se fez mais forte em meu viver
As amigas valiosas a tudo assistiram de modo até receoso
Mas nunca opinaram quanto aquele meu precioso você
Hoje o amor que meu ser acompanha é benevolente
Repleto de ternura e por ti bem maior atenção
Desconhece a palavra ciúme e também exigente
Pois é imensa a paz que existe hoje em meu coração
Quisera ter o poder de transportar para ti essa calma
Absolver todos os teus problemas, ansiedades e decepções
Quem dera Deus me liberasse para possuir a tua alma
E poder transformar em nada todas as tuas preocupações
Como eu queria que Deus fizesse em ti o que fez comigo
Me encheu de amor, bem mais do que pensei existir
Em compensação deu-me de volta um precioso amigo
Que trouxe mais brilho e alegria ao meu encantado sorrir

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios