quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Me Sinto Estranha


Eu queria muito pensar em você
Como a vida toda eu sempre pensei
E a cada lembrança eu conseguia escrever
Cada momento que com você eu vivenciei

Mas hoje, já não consigo mais lembrar de você
É como se a nossa história não tivesse acontecido
E isso na verdade muito tem me feito sofrer
E viver assim, é algo que eu não consigo

Fecho os olhos e não vejo a tua imagem
Busco-o nos meus sonhos e não o encontro
Não vejo qual seja a grande vantagem
Se a minha alma se encontra nos escombros

Me sinto tão estranha... Vazia e perdida
E não creio que haja razão para não ser assim
As vezes até me sinto um pouco dividida
E triste eu choro com pena de mim...

Talvez um dia eu ainda possa descobrir
Por que hoje, um outro desgosto nasceu pra mim
Embora eu não consiga, sei que devo insistir
Pois não quero que essa história termine assim.

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios