quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

Combate Final


Se minha alma fosse uma veste
Eu a rasgaria com o maior prazer
Pois não há nada que eu mais deteste
Que sentir minha alma sangrar por você

É que eu tenho gravado a sangue e fogo
Todos os meus sentimentos por você
Mas confesso que nenhum deles é pouco
Para lembrar o que eu preciso esquecer

Cada lembrança que procuro não lembrar
Me chega de maneira livre e despreocupada
Pois não há como nessa vida querer negar
Que só vivo para ter essa história relembrada

Essa foi a unica maneira que eu encontrei
de dar alento a esse meu sofrido coração
Por tudo que vivemos, sei que ainda terei
Como reavivar cada sonho, cada ilusão

E eu bem sei que um dia teremos o duelo final
Minha alma, sua eterna escrava ainda lhe fará
Num esperado momento, sublime e triunfal
Por amor,sem rancor e remorsos se entregar


E bem sabemos que nesse dia tudo irá acontecer
Será esquecido tudo quanto se perdeu
E nos entregaremos com volúpia e nesse prazer
Sentirás que nossa história nunca morreu

E como merece todo grande combate
Vencedor e vencido finalmente se unirão
Esquecendo experiência ou mesmo idade
Pois o que importa é o que temos no coração

E num lampejo esse amor finalmente gritará
E dominados pela paixão e pelo prazer
Sentiremos no corpo terno vibrar
Desse amor tão louco entre eu e você

E este será realmente um combate final
Não haverá mais dor nem sofrimentos
E assim de maneira quase descomunal
Teremos celebrado esse acontecimento

O passado ficará para sempre sepultado
O nosso presente se fará firme e grandioso
Nosso futuro será como todo projeto desejado
Restarão poucos anos,mas não serão fantasiosos

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios