terça-feira, 9 de março de 2010

Página Virada


Foi assim, de repente, quase sem querer
Que em meus pensamentos tão inquietos
Me chegaram novamente lembranças de você
E vi outra vez meus sentimentos manifestos

E o meu coração num crescente desespero
Pelas lembranças que impregnou o meu ser
Me fez sentir que as mágoas num grande apelo
Sucumbiam quietas diante do que foi você

E então eu logo percebi ser possível esquecer
Todo esse sofrimento que muito me machucou
E sinto que será sempre inútil tentar ter você
Como mero personagem dessa história de amor

Sempre o terei sim, mas será como página virada
De um grosso livro que um dia juntos tentamos viver
Mas nos perdemos no final dessa história mal acabada
Mal acabada confesso,mais por mim do que por você

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios