sábado, 5 de março de 2011

Esperando Você


Foi numa certa manhã que tudo aconteceu
Você se foi depois de uma noite de amor
E eu senti quando o seu amor arrefeceu
E ao partir deixasse para trás apenas dor

Com o tempo então, veio a cruel saudade
E aventurei-me no tempo para tentar
Fugir do destino e de todas as maldades
Que a vida resolveu comigo praticar

E assim, sem motivos para bem viver
Fui buscar em um outro alguém
Razões para esquecer um pouco você
Resolvida a não sofrer por mais ninguém

Mas a saudade cada vez maior
Tirou de mim toda e qualquer esperança
De viver uma vida um pouco melhor
E ter um espírito mergulhado em bonanças


A sede cruel dessa ausência tão doída
Tem me acompanhado pela vida à fora
E nessa angústia cada vez mais crescida
Senti nada poder fazer,tanto ontem quanto agora

E por fim, tudo quanto na vida me restou
Foi sonhar com tudo quanto com você vivi
Sempre lembrando saudosa desse grande amor
Que na verdade por mais ninguém eu senti

Não creio que já tenhas me esquecido
Pois escondes nos refolhos desse negro olhar
Esse amor que foi tão grande e enlouquecido
Pelas suas sedutoras e belas forma de amar

Não... Não dá pra simplesmente querer esquecer
Tudo quanto representou vida em nossas vidas
E nunca deu pra tirar da minha vida você
Mesmo em meio as muitas lutas tão renhidas

Hoje mais do que nunca posso sentir
O gosto amargo dessa saudade,sem esquecer
O maior sentimento que nunca me fez desistir
De continuar amando e esperando apenas você

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios