segunda-feira, 28 de março de 2011

Sequiosos Lábios



Ontem, mexendo na minha caixa de arcanos
Um papel amarelado me chamou a atenção
Na escrita, o desbotado denunciava os anos
Daquela carta contendo voluptuosa declaração

Nela me confessavas o teu amor ardente
E nas frases o mais belo arroubo sensual
E mesmo distante eu senti teu toque exigente
Como quando me amavas com êxtase triunfal

..."Um beijo ardente em teus sequiosos lábios".
Era assim que a tua lúbrica carta terminava
E ao finalizar senti no corpo o fogo do pálio
E o meu coração enlouquecido de amor palpitava

Quantas vezes senti o delirar em meu pensamento
Ao relembrar nossas intensas noites de amor
E como foi feliz e inesquecível cada momento
E até hoje eu ainda te espero com o mesmo ardor

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios