quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Meus Tempos


De todos vocês eu tenho me lembrado
Meu presente,
Meu passado,
Meu ex futuro tão descontente...
Não importa onde tenham ficado
Meus ex destinos tão complicados

Todos os tempos por mim passaram
De todos, boas e más recordações
Ficaram
Mas nenhum me foi
Tão apaixonado
Quanto você
Meu quase futuro
Hoje tão passado...

Busco nas entrelinhas da vida
Cada página, rascunhada
Ou mal vivida
Mas todas na sua importância
Deram alento
A minha alma cansada
Não importando a distância

Hoje,
Mergulhada em minhas reminiscências
Procuro até com certa paciência
Vida,
Em cada hora perdida
Pois quando não as tive preenchida
Senti como eram frias e sem sentido
Essa minha vida quase sempre tão vazia

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios