quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Angustiosos Anos


O que um dia descobri, doeu em mim
Descobri que eras parte de um passado
De uma história que nunca teve fim
Um romance, onde nada foi por acaso

Enquanto o tempo para mim ia passando
Neles um dia eu pude finalmente perceber
Que não adiantava eu continuar lutando
Numa ânsia incontida de ter outra vez você

E foram longos e angustiosos anos
Onde as lutas em nada me ajudaram
Pois eu nunca venci os muitos prantos
Que indiferentes nunca me questionaram

Mas hoje... Olhando para esse tempo
Que eu nunca fui capaz de esquecer
Sinto que sucumbi ante os tormentos
Que me afligia nessa ausência de você

Talvez um dia eu ainda consiga por um fim
Resistindo a essa dor e assim a vencer
Embora eu saiba que nunca findará pra mim
Se outra vez eu não puder ter finalmente você

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios