segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Alto Preço




Dizem que "A voz do povo é a voz de Deus"
Porém eu acho a voz do sangue bem mais forte
Pois eu digo que de todos os conhecimentos meus
Esse, com certeza é o que eu mais me importe

"A voz do povo" só vai surtir mesmo efeito
Se houver de fato uma grande união
Já a voz do sangue, esta não tem jeito
Sempre fala mais alto dentro do coração

Talvez nem entendam desse desabafo o por que
É que na verdade eu apenas estou tentando
Mostrar de alguma forma a todos e a você
Que nada se resolve apenas pensando

Preste Atenção...

Um certo alguém vivia em um mundo
Onde a ansiedade, dele, não fazia parte
E seus sonhos pequenos ou profundos
Tinham em si, a pureza de uma obra de arte

Mas aí, você resolveu dela se reaproximar
Dando-lhe o prazer de novas descobertas
Foi muito bom pra você outra vez a encontrar
E expor os seus sentimentos em grande festa

Esquecendo de uma forma quase cruel
Que ela nunca o procurou por nenhuma razão
E por leviandade ou não,a ela coube o fel
Pois grande tem sido o desgosto em seu coração

Então, pergunto eu nesse momento a você
Esquecendo seus problemas ao menos uma vez
Não achas já haver espinhos nesse florescer?
Nessas consequências, não pensasses, talvez...

Se não havias preparado essa parte da sua vida
Nunca deverias do destino, isso ter desejado
Pois apesar de tudo, não me parece ter sido bendita
Essa reaproximação... Devias com ela,apenas sonhado

Talvez lhe sejam tristes alguns momentos
Por alguma provável, infeliz falta de compreensão
Onde tendes a sufocar seus verdadeiros sentimentos
E as lágrimas de dor que lhe caem no coração

Talvez esse seja o preço que tenhas a pagar
Por mais alguns momentos de insensatez
Mas apesar de tudo ainda vale lhe lembrar
Que isso tudo é consequência de sua embriagues

Talvez nunca tenhas realmente pensado
Na crueldade das suas loucas ações
Como aconteceu nesse momento enlevado
De poder unir mais uma vez vossos corações

Eu sei que foi belo o que ocorreu nesse momento
E mais uma vez estou perguntando, apenas a você
Por que a outra parte tem que passar por sofrimentos?
Será mesmo justo isso você ter que escolher?

Seria bom se o que fizéssemos de errado
Nunca respingasse em pessoas inocentes
Que nunca fôssemos obrigados a ficar calados
Sem que acontecesse algum tipo de incidente

Após décadas, movido talvez pela aflição
Sem perceber se haveria por isso alguém sofrendo
Apenas abraçasses com ansiedade o que trazias no coração
Sem pensar se havia um alguém que não estava querendo

De certa forma, até que seria louvável a sua ação
Se com ela ninguém mais saísse tão machucado
Isso só aconteceu porque não conheces da ilusão
Seu cruel e miserável... "Outro lado"...

Provavelmente hoje tens chorado menos que amanhã
Não soubesses medir a extensão desse seu querer
Nem tão pouco onde lhe levaria esse seu afã
Creio que de momento, pensasses apenas em você

Muitos têm pago por esse sonho tão bonito
Outros se machucaram e choram sem querer
Mas assim mesmo eu também ainda lhe digo
Que o preço mais alto será pago por você

Não quero com isso demonstrar nenhum rancor
Não... Não é isso o que está a acontecer
Apenas acho que a carência desse amor
Foi o que falou muito alto dentro de você

Com certeza tens se sentido de mãos e pés atados
Tenho por certo nunca desejasses tão difícil situação
E eu apenas ouvi do lado de cá um certo comentário
Que encheu de muita tristeza o meu coração

Que fique então para o tempo tudo resolver
Só espero que ele seja um pouco complacente
Com todos... Principalmente com você
Que errou,com os sentimentos de muita gente

Acredito que estás passando por sofrimentos
Mas isso é a consequência dos seus atos
Na vida temos razões para arrependimentos
E estes nunca nos serão de bom grado

Deixemos que o tempo e a distância lhe ajude
Como já aconteceu numa outra ocasião
Só desejo que você ainda desfrute
Todo sentimento reprimido em seu coração

E quem sabe ela consiga por fim
Esquecer cada silêncio ofertado
E talvez vocês possam desfrutar assim
Esse amor, por anos reprimido e calado

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios