sábado, 5 de maio de 2012

ETERNO SEDUTOR



No dia em que eu voltar a sentir
Esse teu cheiro embriagador
Sem esgar voltarei a sorrir
Diante de ti meu eterno sedutor

Nesse dia beberei todo o teu amor
Exultando de extrema felicidade
Sentirei teu fremir enlouquecedor
E juntos vibraremos na morosidade

Terás meu corpo como teu reduto
Sem receios de o estar profanando
Nos amaremos como dois adultos
Que aprovam o que estão consumando

E juntos daremos vazão a esta paixão
Que no tempo quase me fez enlouquecer
E o que ditará o meu e o teu coração
Será o de nos realizarmos sem nada temer

E nem mesmo o céu em todo seu esplendor
Ofuscará esse brilho mesmo que fulgural
Pois o que encerra esse nosso amor
Pra mim nada na terra será maior ou igual


Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios