quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

As Teias Dos Sonhos


Hoje senti da vida o perfume
Da tua ausência a dor que espinha
Dos destino apenas os queixumes
E de ti essa saudade mesquinha

Te conhecer foi tudo o que eu precisava
E sentir teus cuidados me fez muito feliz
Foste o presente que a vida me reservava
Pois foste para mim o que eu mais quis

Querer, saber ou simplesmente aceitar
O que a vida para nós tem reservado
E se hoje, da vida tudo posso suportar
É por ter no peito um coração agraciado

Mas hoje eu sei que nem tudo é perfeito
E mesmo que pareça impossível sempre haverá
Quem encontre nessa existência apenas defeitos
Mas é por não tem um alguém a quem possa amar

Um alguém que na vida queira dividir
Cada momento que possa se fazer presente
Alguém que juntos também queira possuir
Uma alma liberta e um coração sorridente

Eu quero nas minhas noites poder viver
Cada momento que venha me despertar
Para novamente juntos podermos tecer
As teias dos sonhos que deixamos passar

Quero sentir em cada toque do tempo
A tua presença em sonhos me aquecer
E viver perdida nos muitos momentos
Quando eu tinha para mim somente você

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios