domingo, 19 de outubro de 2014

SE NÃO NESSA VIDA



Essa madrugada eu tive um estranho sonho
Após semanas sem conseguir dormir
Mas agora, nesses versos que componho
Pressinto que para mim desponta um belo porvir
A dor que me matava aos poucos... Morreu
Saudades... nesse momento já não sinto
O que canta em meu seio é a calma em apogeu
Tudo o que me provocava , tristeza foi extinto
E tranquila sorrio para mim diante do que sinto despontar
Em meu viver não haverá espaço nenhum para a dor
Muito da vida já perdi e sempre por me fazerem esperar
E hoje eu sei que mato em mim o perfume que quase exalou
Só quero que VIDA entenda o que pra mim um dia foi
Com certeza não permitirei mais que ainda volte a ser
E o que hoje eu adormeço, em nenhum momento depois
Haverá tempo para o despertar tão somente por você
Agora eu me sinto bem e não dependo de você para isso
As horas de angústia e espera releguei-as ao esquecimento
E o que julguei moralmente ter por você um compromisso
Hoje ponho um fim, até em tudo o que possa ser tormento
Que essa paz que me chega permaneça para sempre
Só desejo que consigas encontrá-la e te realizes também
Se o que julgasses tão real permanecer em nossas mentes
Nós a realizaremos... Se não nessa vida, em outra mais além

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios