quarta-feira, 8 de outubro de 2014

MEU SONHO AINDA PERDURA


Hoje, estranhamente me sinto estranha
Já não há aquela dor rasgando minh'alma
Um paz diferente, bem diferente, me acompanha
E acredito ser ela quem me traz um pouco de calma
A dor que rasgava minha alma consegui adormecer
Acredito que só o tempo conseguirá tudo mudar
Já não há loucuras em meu pensar... Apena você
Que tenho certeza... Esse amor veio pra ficar
Que seja apenas em mim que ele faça morada
Pois é grande demais sempre dará pra nós dois
Por você eu sei que também fui muito amada
Mas infelizmente tudo pra nós foi ficando pra depois
No peito ainda bate uma contrafeita esperança
Na eterna esperança de ainda vê-lo pra mim voltar
Desejo rasgar o riso que te conquistou,esse riso de criança
No momento em que eu tiver certeza que continuas ame amar
Quisera acordar e descobrir que tudo não passou de pesadelo
Que esse louco e grande amor continua sendo só meu
Que meu sonho ainda perdura e que todo seu desvelo
Continuará sendo da forma que você sempre me prometeu

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios