quinta-feira, 9 de outubro de 2014

O TUDO QUE NÃO ACONTECE


Foram tantas as vezes que pensei
Que nada faria eu mudar meu jeito
E até mesmo o tudo que reneguei
Hoje grita calado em meu peito
Do amor eu só distância queria
Mas este um dia a mim chegou
Trazendo pra minha vida alegrias
E de repente entre nós tudo acabou
Passei pelo inverno de infelicidade
E chorei no outono que me chegou
Da primavera nem senti a vaidade
E sei que não terei do verão o calor
Foste assim... Como as estações do ano
De inverno a verão só as lembranças
Pois das estações só a mudança de plano
Que roubou de mim minhas esperanças
O tempo tem passado tão lentamente
Que as vezes penso que estou a sonhar
E do tudo que não aconteceu entre a gente
Ficaram as lembranças pra me torturar

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios