quinta-feira, 28 de abril de 2011

Teu Cotidiano


Houve uma época em que éramos muito amigos
Dessas amizades que nada consegue separar
Esse laço sempre nos manteve tão unidos
Que muitas vezes até dava o que falar

Mas infelizmente já não é mais assim
É que os problemas do teu cotidiano
Parece ter posto a tanta beleza um fim
Já não há espaço para algo tão puritano

Hoje,o seu silêncio as vezes é tão gritante
Que transborda de tristeza os dias meus
E talvez por nos encontrarmos meio distantes
Tenho sentido a sensação de um breve adeus

Quisera que um dia consigas um pouco de tempo
Só espero que não seja um pouco tarde demais
A vida, as vezes é como uma vela acesa, ao vento
Um sopro mais forte e tudo dessa vida fica para trás

Pode até ser que infantil eu esteja sendo
Ou quem sabe, até mesmo um tanto dramática
É que na vida,tempo não posso estar perdendo
já que nem saúde deixa de ser uma problemática

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios