quarta-feira, 13 de abril de 2011

Pela Falta De Você


Eu queria na verdade simplesmente sumir
Já não suporto o cansaço dessa luta desigual
Por nada tenho conseguido fazer-me ouvir
Nem mesmo eu me entendo... Afinal

Olhando pra trás vejo quanto tempo perdido
E se olho para a frente não vejo nenhuma diferença
Mas lutar contra tudo e todos ainda tenho insistido
Mas sei que nada conseguirei... Só mesmo indiferença

E assim o tempo vai passando e os anos se vão
E com eles meus anos aqui também vão chegando
Já não tenho mais vivacidade em meu coração
Ao contrário... As vezes o sinto quase parando

Discutir com o tempo é na verdade tempo perder
Pois ele é inflexível e jamais voltará atrás
Querer recuperar o tudo que perdi inclusive você
É algo que não acontecerá, pois me sinto incapaz

E assim vou permanecendo presa no tempo
Com poucos motivos para aqui continuar
E superar tudo isso, muitas vezes até tento
Mas sei ser inútil todas as vezes que eu tentar

Se me olho no espelho a revolta me sacode
Pois o tempo insiste em querer me avisar
Que por mais que eu não queira e não suporte
A velhice em alguns anos, implacável chegará

Se é que para tanto ainda viverei
Pois é forte a sensação que venho tendo
Que muito pouco tempo ainda terei
Para dar "Murros em ponta de faca"como venho fazendo

E nessa minha luta, que sei foi sempre perdida
Tentei desesperadamente ao menos um pouco viver
Muito embora eu sempre soube que nessa vida
Eu nada consegui pela imensa falta de você

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios