segunda-feira, 2 de maio de 2011

Foste Insano


À Uma Amiga

Eu sempre pensei que um alguém
Só teria capacidade de nos fazer
Aquilo que pudéssemos lhes fazer também
E quem me fez ver que eu estava errada foi você

Talvez por isso eu hoje me arrependo
De cada traição não cometida
E nem sei se o que sinto, entendo
Só sei que trago a alma dolorida

Me enganasse de uma forma tão mesquinha
E ainda queres fingir que nada aconteceu
Mas essa desilusão que hoje é só minha
Apenas me mostra que entre nós tudo morreu

Foste insano ao pensar que eu nunca saberia
Mas o destino foi quem realmente me ajudou
Hoje lhe olho com tamanha e fingida alegria
Que até pensas que o tempo, seu segredo apagou

Talvez seja um pecado que nem o tenhas consumado
Mas mesmo assim despedaçasses o meu amor
E nunca imaginarás o que no peito tenho calado
É a certeza que nunca apagarás do meu peito essa dor

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios