terça-feira, 12 de abril de 2011

Entre Nós Dois



De repente meu rosto se torna lurido
E o meu olhar vai deixando transparecer
Um sentimento, nem com o tempo exaurido
Como esse desejo que tenho de lhe rever

A minha existência tão longe de ser feliz
Se perde entre os muitos sonhos desfeitos
E eu sempre estou lembrando do que não fiz
Para impedir o final de um sonho tão perfeito

Nunca poderei culpar a nenhum de nós dois
Por esse rumo tão perdido em minha vida
Talvez eu tenha deixado um pouco pra depois
De perpetuar em nós aquela magia tão atrevida

Um dia quando o tempo finalmente puder sentir
Toda a maldade que a mim um dia cruelmente impôs
Quem sabe ele possa por um momento me permitir
Reviver toda a loucura que aconteceu entre nós dois

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios