terça-feira, 12 de abril de 2011

Como É Difícil


Por que será tão difícil aceitar
Que aquele meu mundo já morreu
Que para mim mais nada haverá de chegar
Que eu possa dizer que seja apenas meu?

E como é difícil fazer-me entender,
Que o que eu mais almejo no tempo se perdeu
E que por amar e desejar dessa forma você
Foi o que um dia quase que me enlouqueceu

E saber que tudo que perdi devo ao tempo
Pois nunca chegou a fazer nada por mim
E que até me sinto perdida,ao sabor do vento
Sem nunca ter aceitado no meu ontem esse fim

Meu Deus como eu sinto ser quase impossível
Arrancar do meu pensamento o que tive por meu
E até hoje lembrá-lo,as vezes me torna impassível
Diante da imensa dor que foi perder-me do seu eu

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios