domingo, 19 de junho de 2011

Morrer


A felicidade está tão longe de mim
E por mais que eu tente, não a consigo buscar
Talvez seja isso. o que me espera enfim
Viver de sonhos e nunca os poder realizar

Tantas vezes sonhei que estavas chegando
Louco de saudades e cheio de amor
Mas eu sempre terminava chorando
Mergulhada na minha solitária dor

Eu sei que em pensamento me buscavas
E que a minha ausência te fazia sofrer
Mas enquanto eu, de saudades chorava
Tu tentavas desesperadamente me esquecer

Mas o tempo tem me mostrado ser em vão
E nunca conseguiremos das lembranças nos desfazer
Esse amor está gravado a fogo em cada coração
Tudo o que nessa história aconteceu sem eu querer

Mas eu sei que ainda verei chegar o dia
Que finalmente o trará de volta para mim
E será nesse dia de grande e infinita alegria
Que meu sofrimento chegará ao fim

E poderei então tranquila descansar
E até partir se assim tiver que acontecer
Mas antes o terei novamente para amar
E quem sabe em teus braços tranquila morrer

Nenhum comentário:

 
TOPO
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios